Monitoramento do Exchange
com o PRTG: Para entrega
de e-mail sem falhas

  • Monitore a Disponibilidade do Servidor Exchange 
  • Monitore o desempenho do Servidor Exchange
  • Proporcione uma entrega tranquila dos e-mails
  • Configure o monitoramento do servidor Exchange em 3 etapas fáceis

 


Melhor prevenir do que remediar! Configurando alarmes no PRTG

O servidor de e-mail está desativado – o que fazer agora?

O servidor de e-mail está desativado – o que fazer agora?

Como posso receber um e-mail de alerta se o servidor Exchange estiver desativado? Esta é uma pergunta que muitos administradores têm quando utilizam o PRTG pela primeira vez.

A resposta: Configure uma solução alternativa.

Notificações por SMS

Notificações por SMS

O alarme do PRTG é personalizável – você pode escolher ser notificado por e-mail, SMS ou notificação push em seu aplicativo. Neste artigo da base de conhecimento PRTG, você aprenderá a incorporar um modem GSM em sua rede que lhe enviará uma mensagem de texto através de um telefone celular se a conexão com a internet estiver interrompida.

Para os seus componentes de rede mais importantes, recomendamos o uso de pelo menos dois métodos de notificação separados. Desta forma, você terá certeza de ser sempre notificado em caso de inatividade e pode reagir em conformidade.

Mais informações sobre a função de alarme do PRTG

Mais informações sobre a função de alarme do PRTG

Saiba mais sobre o alarme personalizável do PRTG aqui. Você também pode encontrar informações detalhadas em nosso manual sobre como configurar notificações.

Monitoramento do servidor Exchange em 3 etapas fáceis

Passo 1: Configure os sensores Round Trip


Passo 1: Configure os sensores Round Trip

Os sensores Round Trip (ida e volta) do PRTG fazem com que você monitore o processo completo de envio e recebimento de seus e-mails. Esses sensores verificam o processo continuamente para garantir que os e-mails sejam entregues primeiro ao servidor de correio eletrônico e, em seguida, para um servidor POP3/IMAP, para que eles não sofram atrasos durante o envio e recebimento, o que pode ser prejudicial para os seus negócios. Mais informações sobre o sensor round trip SMTP e IMAP e sensor round trip SMTP e POP3.

Passo 2: Crie um monitoramento aprofundado


Passo 2: Crie um monitoramento aprofundado

Designe seu servidor Exchange como um dispositivo no PRTG, indicando seu endereço IP ou nome DNS, e adicione o sensor do Exchange, que você precisará para monitorar seus servidores em detalhes. Se você encontrar um problema com o envio ou recebimento de e-mails, esses sensores fornecerão uma visão inicial das possíveis causas. Com base nos valores que mede, o PRTG irá notificá-lo rapidamente – geralmente antes de problemas sérios de e-mail puderem surgir. Para que o monitoramento do Exchange seja efetivo, ele não deve incluir apenas o número de e-mails, mas também bancos de dados, backups, filas de mensagens e a funcionalidade dos protocolos IMAP, POP3 e SMTP.

Passo 3: Configure seu painel de controle


Passo 3: Configure seu painel de controle

Adicione os sensores ao seu painel central, que exibirá os dados de monitoramento de servidores SQL, servidores web e outros hardwares e softwares de forma clara e inteligente. Com o painel, você obtém uma visão geral constante de toda a rede e pode identificar imediatamente as causas dos problemas.

Uma introdução ao monitoramento
do Exchange com o PRTG

 

Ferramentas de Monitoramento do Exchange: 4 vantagens do PRTG

Instalação fácil

Instalação fácil

O PRTG vem com uma série de sensores pré-configurados para o Servidor Microsoft Exchange. Uma variedade de sensores de troca será criada automaticamente durante a instalação e o processo de descoberta automática. E outros sensores podem ser adicionados ao seu Servidor Exchange com apenas alguns cliques do mouse, o que torna a configuração do monitoramento do Exchange muito rápida e fácil.

Sistema de alarmes rápidos

Sistema de alarmes rápidos

Com o PRTG, você será alertado rapidamente – geralmente antes que seu tráfego de e-mail tenha chance de se engarrafar. Todos os valores de limite de alarme são personalizáveis, permitindo que você reaja às interrupções de forma rápida e proativa.

Uma visão geral completa

Uma visão geral completa

Os sensores Round Trip e o Servidor Exchange exibem convenientemente todas as informações mais importantes em seu painel de controle. Adicione os outros sensores de rede do PRTG e você terá uma visão geral de toda a sua rede!

Vigilância customizável

Vigilância customizável

Nossos sensores PowerShell permitem que você personalize seu monitoramento para se adaptar ao seu próprio hardware específico. Como especialistas do Windows, também oferecemos a possibilidade de personalizar seu monitoramento com o WMI. Com o PRTG, seu monitoramento se encaixará no seu sistema como a luva na mão.

Sensores PRTG: Nossas recomendações

 

 

 

iO que é um sensor?

Em PRTG "Sensores" são os elementos básicos de monitoramento. Um sensor normalmente monitora um valor medido em sua rede, por exemplo, o tráfego de uma porta de comutação, a carga da CPU de um servidor, o espaço livre de uma unidade de disco. Em média, você precisa de cerca de 5-10 sensores por dispositivo ou um sensor por porta de comutação.

Veja o vídeo (3:26 min., inglês)

Para o seu Servidor Exchange:

Sensor de e-mail do Exchange (PowerShell)

Sensor de e-mail do Exchange (PowerShell)

Este sensor monitora o status de uma caixa de correio eletrônico em relação ao tamanho, a quantidade de e-mails e o login mais recente.

Sensor de banco de dados do Exchange (PowerShell)

Sensor de banco de dados do Exchange (PowerShell)

Com este sensor, você pode observar o tamanho do banco de dados do Exchange e reconhecer imediatamente se ele está montado e válido. Você também pode monitorar seu status de grupo de disponibilidade de banco de dados (DAG). Para fazer isso, use o sensor de banco de dados DAG (PowerShell) do Exchange.

Sensor de backup do Exchange (PowerShell)

Sensor de backup do Exchange (PowerShell)

Este sensor permite verificar se os backups do Exchange Server foram executados corretamente.

Sensor de fila de mensagens do Exchange (PowerShell)

Sensor de fila de mensagens do Exchange (PowerShell)

Este sensor monitora o número de e-mails que estão atualmente na fila de mensagens. Alternativa: Sensor de fila de transporte WMI Exchange. Confira nossa base de conhecimento para obter informações sobre os vários tipos de filas de mensagens.

Sensor de pasta pública do Exchange (PowerShell)

Sensor de pasta pública do Exchange (PowerShell)

Este sensor monitora as pastas públicas do seu Exchange Server (tamanho, acesso, etc.).

Sensor de servidor WMI Exchange e sensor de fila de transporte WMI Exchange

Sensor de servidor WMI Exchange e sensor de fila de transporte WMI Exchange

O sensor de servidor WMI Exchange & sensor de fila de transporte WMI Exchange permitem que você pesquise outros dados importantes do servidor Exchange via WMI.



Para o seu tráfego geral de e-mail:

Sensor de trajeto ida e volta (round trip) SMTP & IMAP

Sensor de trajeto ida e volta (round trip) SMTP & IMAP

Este sensor verifica os tempos de resposta dos servidores SMTP e IMAP, permitindo assim monitorar todo o processo de entrega de e-mails.

Sensor de trajeto ida e volta SMTP & POP3

Sensor de trajeto ida e volta SMTP & POP3

Este segundo sensor round trip que foi desenvolvido para SMTP em conjunto com o POP3, também monitora a entrega de ponta a ponta da mensagem.

POP3, IMAP e SMTP

POP3, IMAP e SMTP

Os sensores POP3, IMAP e SMTP permitem que você monitore a disponibilidade de seus servidores de e-mail por meio de seus respectivos protocolos.

WMI ou PowerShell:
Qual é o melhor?



Muitos administradores de sistemas usam a Instrumentação de Gerenciamento do Windows (Windows Management Instrumentation, WMI) para monitorar seus servidores Windows. A desvantagem da tecnologia WMI é que ela coloca uma grande pressão no seu sistema. Se você deseja configurar um monitoramento detalhado, você deve usar sensores WMI com moderação. Outra opção para o monitoramento do Exchange é o PowerShell, uma tecnologia que usa significativamente menos recursos.

Problemas com o servidor Exchange:
3 situações perigosas
– e uma solução

Quando surgirem problemas com o servidor Exchange, há algo muito importante em jogo.
Pois como administrador, é o seu trabalho garantir que os processos da empresa
funcionem sem problemas e os dados permanecem seguros.

 Atrasos no Exchange

Atrasos no Exchange

Quando o e-mail diminui sua rapidez (mesmo que seja um pouco), geralmente não demora mais do que alguns minutos antes das primeiras queixas começarem a surgir. Se seus colegas de trabalho estão enviando ou recebendo e-mails, eles esperarão nada menos que um tráfego de e-mail perfeitamente operacional em todos os momentos.

 Disfunções de troca

Disfunções de troca

O servidor Exchange falha, impossibilita todo o tráfego de e-mail. Todo mundo fica afetado, da secretária ao gerente, e eles não hesitarão em informá-lo que eles não podem mais trabalhar. Resumindo, a empresa fica parada.

 Perdas

Perdas

A informação perdida é muitas vezes sinônimo de grandes riscos e despesas. Em alguns casos (como quando os dados do cliente são perdidos), isso pode até fazer com que uma empresa vá à falência.

Como os administradores usam o PRTG:
3 estudos de caso

 

 



“Nós economizamos dinheiro com custos de largura de banda, pois sabemos exatamente o quanto precisamos em qualquer momento e ainda conseguimos rastrear tendências, reduzindo pela metade o tempo necessário para gerenciar o sistema. Com o PRTG, não precisamos nos preocupar com questões de rede.”

Chadwick Wachs, Proprietário da AU Wireless. Leia o estudo de caso


“O fato do PRTG ter incluído todos os sensores necessários para o Exchange, VMware, Terminal Services, Windows Performance Data, WMI, etc. tornou uma solução muito mais acessível.”

Steven Tims, Gerente de Serviços de Suporte de TI, Raven Industries. Leia o estudo de caso

 



“Primeiro, o PRTG nos dá a visão que precisamos, informando-nos sobre o que está acontecendo em toda a nossa rede global em qualquer momento. Em segundo lugar, a visão aprimorada aumentou muito nossa disponibilidade.”

Jonathan Hoppe, Co-Fundador. Leia o estudo de caso

Andreas Reimann

Dica prática: Hey Dieter, como a Paessler AG usa o servidor Exchange?

“Como uma empresa de médio porte, decidimos experimentar com o Exchange Online e, portanto, não mais instalar o software nós mesmos. Nossa filosofia “primeiro na nuvem” desempenhou um papel importante na nossa decisão, mesmo que a versão online do Exchange seja menos vantajosa em termos de economia de custo/tempo para as empresas do nosso tamanho do que para as empresas maiores.

O PRTG funciona muito bem com o servidor Exchange e o Exchange Online para assegurar o bom fluxo de tráfego de e-mail. Seus sensores round trip nos notificam imediatamente se o nosso tráfego estiver interrompido. E graças ao monitoramento unificado do PRTG, que nos fornece uma lista dos possíveis erros que ocorrem em nossa própria rede, podemos chegar rapidamente à raiz do problema, seja a conexão à internet, a configuração da rede ou um incidente isolado em uma estação de trabalho para funcionários. Na ausência de tal lista, sabemos que é hora de entrar em contato com a Equipe de Suporte Online do Exchange, que rapidamente nos ajuda a colocar nosso e-mail de volta em funcionamento.”

Dieter Loskarn, Administrador de Sistema da Paessler AG, vem trabalhando com o servidor Exchange desde que o software foi lançado pela primeira vez.

Seu monitoramento num piscar de olhos
mesmo quando você estiver ausente

PRTG pode ser iniciado em poucos minutos e é compatível com diferentes dispositivos.

 

PRTG comes with all the features you need, plus more your IT infrastructure won't want to live without.

 

PRTG monitora esses e tantos outros fabricantes e aplicativos para você!

 

Microsoft Exchange:
Monitorando as várias versões

 Monitorando o Exchange 2010, 2013 e 2016

Monitorando o Exchange 2010, 2013 e 2016

As versões atuais são muito mais difundidas. Para o Exchange 2010 e o Exchange 2013, você pode usar nossos sensores WMI e PowerShell. Até agora, também obtivemos muitos comentários positivos sobre nosso monitoramento do Exchange 2016.

 

 Monitorando o Exchange 2003 e 2007

Monitorando o Exchange 2003 e 2007

O PRTG está equipado para monitorar uma variedade de diferentes versões do Exchange. O Exchange 2003 e o Exchange 2007 estão praticamente obsoletos. Para essas versões, os sensores WMI do PRTG farão o trabalho.

 

 Monitorando o Exchange Online

Monitorando o Exchange Online

Muitas empresas usam o Office 365 e o Exchange Online. Essas opções podem ser significativamente menos dispendiosas do que gerenciar o Exchange Server, especialmente para grandes empresas. Com essas opções, os dados são hospedados em servidores da Microsoft. O Office 365 e o Exchange Online são frequentemente usados em conjunto com outros serviços de nuvem. Mas mesmo os serviços em nuvem podem ser interrompidos por conexões defeituosas. Com o PRTG, você pode determinar rapidamente se os problemas relacionados ao tráfego de e-mail estão em sua rede, no usuário ou no provedor da nuvem.

 

O PRTG facilita a sua vida!

Deixe o nosso software de monitoramento rígido trabalhar por você.
Assim, você pode se concentrar no seu trabalho do dia-a-dia com paz de espírito total.

 

O PRTG economiza tempo

O PRTG é uma solução centralizada para toda a sua rede. Switches, roteadores, servidores, estações de trabalho, dispositivos... Desfrute de uma rápida visão geral em todos os momentos através do nosso painel e aplicativo.

O PRTG poupa nervos

Personalizar PRTG é muito fácil. Começar ou mudar de outra ferramenta de monitoramento de rede para o PRTG é fácil graças à detecção automática e aos modelos de dispositivos pré-configurados.

O PRTG poupa custos

80% dos nossos clientes relatam uma economia significativa na gestão da LAN. A experiência mostra que os custos das licenças se pagam por si só em questão de semanas.

 

PRTG: O canivete suíço para Administradores de Sistema

Adapte o PRTG individualmente e dinamicamente às suas necessidades contando com
uma API forte:

  • HTTP API: Acesse o monitoramento de dados e manipule objetos de monitoramento usando solicitações HTTP
  • Sensores Personalizados: Crie seus próprios sensores para monitoramento personalizado
  • Notificações feitas sob encomenda: Crie suas próprias notificações para enviar alarmes para sistemas externos
  • Novo sensor REST API: Monitore quase tudo o que fornece XML ou JSON

Mais de 95% dos nossos clientes recomendam o PRTG

 

A Paessler AG apresentou um extenso levantamento de mais de 600 departamentos de TI em
todo o mundo que usam PRTG. O objetivo deste estudo foi otimizar e aperfeiçoar nosso
Network Monitoring Software para melhor atender às necessidades dos administradores.
Um resultado da pesquisa: mais de 95% dos participantes recomendaria o PRTG - ou já o fizeram.

Recommend PRTG

 

Muitos administradores estão à procura de uma ferramenta que possa ser experimentada gratuitamente antes de fazer um investimento.


O PRTG traz uma série de vantagens:

1. Versão de Teste gratuito: Teste calmamente se o PRTG se adapta às suas necessidades e atende às suas expectativas. Em seguida, com o PRTG já configurado, ele poderá ser facilmente ampliado. Assim você minimiza o risco de uma má compra.

2. Uma ferramenta para uma visão geral: Muitos administradores têm várias soluções de monitoramento para a sua rede ou componentes da sua infra-estrutura. Volta e meia ter que manter uma visão geral custa tempo e nervos. Com o PRTG você tem uma solução “tudo em um”. Através de nosso painel e nosso aplicativo , você sempre terá visão geral rápida sobre seus dispositivos.

3. Suporte rápido: Mais perguntas? Você não consegue resolver um determinado problema? Por trás do PRTG há uma equipe de desenvolvimento e suporte dedicado. Nós sempre tentamos responder a cada pergunta, em dias de semana dentro de 24 horas. Aqui todas as fontes de apoio podem ser pesquisadas.

Configure seu PRTG agora. A versão de teste é gratuita. Poupe tempo, nervos e custos com a nossa ferramenta de monitoramento para a sua rede e toda a sua infra-estrutura!

box.png

Outros tópicos de monitoramento de servidor
e e-mail

Monitoramento do servidor – uma visão geral: O PRTG deixa você monitorar toda a sua infraestrutura de rede. Nesta página, você descobrirá quais sensores escolher enquanto estiver configurando o monitoramento do seu servidor.

 

Monitoramento de e-mail: Aqui você aprenderá tudo o que você precisa saber sobre o monitoramento de e-mail com o PRTG, como usar sensores round trip para monitorar o Microsoft Exchange Server.

 

Monitoramento de rede: O PRTG é uma ferramenta de monitoramento de rede centralizada e abrangente. Ele usa uma variedade de tecnologias diferentes para monitorar seus sistemas, dispositivos e aplicativos.

PRTG

Software de Monitoramento de redes - Versão 18.4.46.1736 (November 14th, 2018)

Hosting

Disponível como download para Windows e na versão hospedada

Idiomas

Inglês, Alemão, Espanhol, Francês, Português, Holandês, Russo, Japonês e Chinês Simplificado

Preços

Até 100 sensores gratuitos (Lista de preços)

Unified Monitoring

Dispositivos de rede, banda, servidores, aplicações, ambientes virtuais, sistemas remotos, IoT e muito mais...

Aplicações e Fornecedores Suportados

Veja mais >>