Monitoramento de última geração dos
ambientes de TI no setor público

 

Um e-government (governo eletrônico) moderno não apenas simplifica alguns procedimentos – ele consiste em objetivos ambiciosos,
inúmeros atores e muitas condições de estrutura legal. O monitoramento dos ambientes de TI no ambiente de autoridades públicas
não é apenas um desafio empolgante, mas uma parte essencial de um trabalho governamental eficiente e voltado para o cidadão da década de 2020!

O PRTG facilita o monitoramento dos ambientes governamentais de TI, garantindo um alto desempenho e facilidade de uso.

 

DOWNLOAD GRATUITO

Versão ilimitada do PRTG por 30 dias. Após 30 dias, se torna a versão gratuita.
Ou, você pode adquirir uma licença comercial.

 
gov-illu-2.svg

E-government para autoridades públicas

O termo e-government ou governo eletrônico descreve essencialmente o uso de recursos técnicos para fornecer serviços públicos aos cidadãos de uma região ou de um país inteiro. Isso inclui uma grande variedade de interações: O e-government consiste em interações digitais entre cidadãos e instituições públicas, entre um governo central e agências governamentais ou instituições regionais, entre uma autoridade e seus funcionários e, por fim, entre autoridades e empresas privadas. Os termos e-government e Governo 2.0 às vezes são usados de forma intercambiável, sendo que a Gartner definiu o último como tendo as 7 características a seguir. Ele

  • é voltado para o cidadão
  • é centrado no funcionário
  • está em constante evolução
  • é transformador
  • requer uma mistura de planejamento e manutenção
  • precisa de habilidades estratégicas baseadas em padrões
  • exige um novo estilo de liderança

Entretanto, áreas como “big data”, Internet das Coisas (IoT), gerenciamento administrativo e de processos de negócios, blockchain e monitoramento sofisticado impulsionam a inovação no setor público e levam a uma melhoria na prestação de serviços, gerenciamento de recursos e tomada de decisões. Essa transformação geralmente costuma ser chamada de Governo 3.0, mas sem dar muita importância a esse termo, vejamos abaixo como o monitoramento aprimora as possibilidades técnicas no ambiente público.

 

 

Principais tópicos na área de monitoramento de TI
por parte de instituições públicas

É provável que haja mais desafios potenciais nas áreas de TI e instituições públicas, se você se concentrar em apenas alguns pontos-chave.
Os seguintes pontos-chave destinam-se a fornecer uma visão geral inicial dos padrões recorrentes com os quais estamos lidando aqui:

 

Muitos locais distribuídos

Seja um ramo específico de uma autoridade, uma secretaria em um distrito regional ou vários centros de dados públicos: Quase todos os departamentos de TI em instituições públicas enfrentam a tarefa de gerenciar e manter locais distribuídos. Uma abordagem para isso é o modelo de manter satélites em todos os locais (não confundir com agentes, que devem ser instalados em cada dispositivo monitorado). Os satélites coletam os dados de monitoramento nos locais e os enviam de forma criptografada para a entidade central, responsável pela avaliação completa e armazenamento dos dados enviados. Como resultado, os custos permanecem baixos e o esforço de operação e manutenção é gerenciável e, ao mesmo tempo, possui uma visão central de toda a TI.

Ambientes de TI heterogêneos

Integração de filiais, estruturas existentes, hardware, software e virtualização: As redes de instituições públicas são heterogêneas. Dispositivos e aplicativos oferecem suas próprias ferramentas de monitoramento. Embora eles nos deem algumas dicas indiretas, pouco fazem para fornecer uma visão geral de toda a TI. Pois isso exige soluções universais que podem monitorar dispositivos e aplicativos, independentemente do fabricante assim como integrar soluções especiais em todo o processo de monitoramento. O decisivo é por um lado a padronização da solução para manter os custos baixos e, por outro lado, a flexibilidade de conectar soluções especiais já existentes por meio de interfaces adequadas.

Dados confidenciais

As autoridades e instituições públicas gerenciam dados confidenciais de seus cidadãos. Juntamente com os serviços públicos, os municípios garantem o fornecimento de água, eletricidade e gás. Os bombeiros locais e os departamentos de polícia devem estar sempre prontos para qualquer ação. Tudo isso só pode ser implementado com um cenário de TI confiável e seguro. Firewalls, antivírus e sistemas de backup são os componentes padrão de um conceito de segurança integrado. No entanto, deve-se garantir que esses sistemas também funcionem de maneira confiável. A cópia de backup funcionou? O firewall está funcionando? O software antivírus está atualizado? Uma solução abrangente de monitoramento pode incluir todos esses fatores.

 

Encontre a solução de monitoramento certa

Os processos internos e os serviços aos cidadãos dependem, em grande parte, de uma rede sempre disponível e eficiente. Para garantir isso,
a TI precisa das informações relevantes. O monitoramento de rede é o provedor de tais informações.

Mas nem todas as ferramentas atendem aos requisitos especiais nessa área sensível. Portanto, é necessária uma avaliação completa antes
que uma solução abrangente de monitoramento possa ser introduzida. Os seguintes critérios de seleção devem ser levados em consideração:

 

 

Independência
 

A independência é o padrão de ouro para um monitoramento eficaz. No setor público, isso se refere principalmente à autonomia local (se houver várias filiais de autoridades e organizações governamentais) e à independência do fabricante. Esses problemas devem ser resolvidos com esforço razoável e dentro de um orçamento realizável; sendo que o suporte dos padrões comuns tem de estar garantido.

Confiabilidade e expansibilidade

Nenhum aspecto no ambiente público é tão importante quanto segurança ou confiabilidade; o monitoramento de sistemas críticos deve funcionar sem erros, proteger dados confidenciais e ajudar a evitar ataques. A extensibilidade de soluções individuais e a integração via API completam o cenário. Você deve obter as ferramentas mais seguras para suas necessidades individuais.

Dados de longo prazo

Os dados históricos ajudam a abordar a otimização da rede, não apenas em termos de problemas relevantes, mas também a longo prazo, com uma ordem definida. A opção de monitoramento prolongado de um site de organização estatal ou autoridade pública torna possível não se distrair com os problemas atuais e não perder de vista o quadro geral.

Custos e licenças

Vamos ser sinceros: as instituições públicas devem justificar todas as despesas. Modelos baratos são muito mais atraentes, especialmente se eles tiverem boa funcionalidade, confiabilidade ou serviços. Portanto, uma solução de monitoramento para instituições públicas deve ter um modelo de licenciamento barato, sempre transparente e sem altos custos de acompanhamento.

 
gartner-peer-insights-badge-color.svg

A Paessler foi eleita a escolha dos clientes da Gartner Peer Insights na categoria IT Infrastructure Monitoring Tools.

“Excelente ferramenta para monitoramento detalhado. Alarmes e notificações funcionam muito bem. A adição de equipamentos é simples e a configuração inicial do servidor é bem fácil. ...sinta-se tranquilo em comprá-lo se você pretende monitorar um grande cenário de rede.”

Engenheiro de infraestrutura e operações na indústria das comunicações, empresa com faturamento de 10-30 bilhões de USD

Leia a resenha completa na Gartner Peer Insights 

 

PRTG Network Monitor: perfeito para instituições públicas

Com o PRTG, a Paessler oferece uma solução abrangente de monitoramento que contém todas as funções necessárias
para o monitoramento de ambientes públicos de TI.

 

 Muitos locais? Não se preocupe

A flexibilidade da localização deve ter prioridade máxima no monitoramento, porque a diversidade de hardware e software hoje em dia é comum: Uma variedade de produtos diferentes deve ser usada, monitorada e gerenciada. Com a API do PRTG e sensores específicos do cliente, as soluções e os componentes de cada local podem ser facilmente integrados à solução de monitoramento central que, ao mesmo tempo, mantém os custos baixos, graças a um alto grau de padronização.

 

Seja alertado, quando for importante

A estrutura e a funcionalidade da transmissão, análise, armazenamento e publicação de dados no ambiente governamental são, às vezes, idênticas a uma rede de TI clássica encontrada em uma empresa privada. Os usuários do PRTG podem definir limites para acionar notificações, antes que ocorram falhas. Você pode decidir como deseja receber essas notificações: por exemplo, por e-mail, notificação push ou SMS. A função de notificação é de grande valor para os funcionários de plantão, pois eles veem imediatamente onde está o problema.

 

 Proteção e segurança
de dados

Um ponto importante é obviamente a segurança: O PRTG monitora todos os tipos de ferramentas de segurança: de firewalls a antivírus e sistemas de backup. O PRTG aumenta significativamente a segurança, detectando atividades incomuns que podem indicar ataques de malware. O software de monitoramento trabalha 24 horas sem falhas e garante que todas as operações públicas sejam executadas sem problemas e que todos os dados sejam protegidos.

 


Tornando as decisões mais fáceis

Como acima mencionado: Custos e licenças costumam ser um forte argumento no setor público a favor ou contra uma solução de software específica. Toda licença do PRTG inclui todas as funcionalidades – sem módulos ou complementos. Isso torna o licenciamento transparente e facilita as autoridades a tomar uma decisão de compra. O PRTG está disponível em dois modelos de licenciamento diferentes, como licença permanente ou como modelo de assinatura, ambos facilmente escaláveis à medida que os requisitos aumentam.

 

DOWNLOAD GRATUITO

Versão ilimitada do PRTG por 30 dias. Após 30 dias, se torna a versão gratuita.
Ou, você pode adquirir uma licença comercial.

 
 

Histórias de sucesso de nossos clientes

Empresas de todo o mundo confiam no PRTG, quando se trata de garantir o funcionamento de seus sistemas de TI. 

  

Melhorando a rede de uma comunidade com o PRTG

A cidade de Airdrie utiliza o PRTG e hoje a ferramenta é vista como um ativo muito forte para a equipe. Atualmente, há mais de 1.000 sensores PRTG em uso na rede municipal, relatando tudo, desde o uso da largura de banda até o monitoramento de conexões de rádio em banda larga e espaço no disco rígido dos servidores, incluindo os servidores de e-mail e arquivos da organização.

Ler o estudo de caso completo

O Conselho da Cidade de Cyngor Gwynedd mantém serviços críticos em execução com o PRTG

Como administradora e provedora de vários serviços públicos, a Câmara Municipal de Cyngor Gwynedd, no País de Gales, precisa de uma rede de TI altamente disponível para que seus mais de 7.000 funcionários possam realizar seu trabalho diário sem problemas. Para atingir esse objetivo, o conselho da cidade deve poder contar com atualizações e informações regulares sobre o desempenho da rede, para manter o hardware efetivamente em execução e impedir ou eliminar o tempo de inatividade. Como os serviços da câmara estão disponíveis 24 horas por dia, o departamento de TI precisa monitorar e relatar a disponibilidade de sistemas críticos centrados no cliente.

Ler o estudo de caso completo

 

O corpo de bombeiros de Flemish-Brabant West apaga incêndios na rede com o PRTG

Joeri Jacobs é administrador de sistemas do corpo de bombeiros de Flemish-Brabant desde 2014. Juntamente com um colega, ele é responsável pela infraestrutura de TI em todas as 10 bases da região. Os servidores e aplicativos, mas também as impressoras e o suprimento de energia de emergência dos bombeiros precisam trabalhar dia e noite para garantir a proteção dos 600.000 habitantes da periferia de Bruxelas. Portanto, é vital que a equipe de TIC monitore continuamente o status da rede e do sistema.

Ler o estudo de caso completo

 

 

DOWNLOAD GRATUITO

Versão ilimitada do PRTG por 30 dias. Após 30 dias, se torna a versão gratuita.
Ou, você pode adquirir uma licença comercial.

This third party content uses Performance cookies. Change your Cookie Settings or

load anyways

*This will leave your Cookie Settings unchanged.